Estrada São Roque a Araçariguama, 1.971

Araçariguama – SP

CEP 18.147-000

(11) 94225-7143

“A história mais importante é a que estamos escrevendo hoje.”

                                   Meredith Grey

Tudo começou no início dos anos 1960, quando Leyla Mattoso conheceu, em Interlagos, um pequeno conjunto de casas populares feito com materiais de demolição. Encantada com a qualidade do material, Leyla passou a procurar peças antigas nas mansões que então estavam sendo demolidas para darem lugar aos arranha-céus. Foi nascendo, assim, a paixão que conduziu à construção de sua casa em São Paulo e, mais tarde, da Casa dos Contos São Paulo, hoje VILA DOS PORTÕES.

 

Vida e obra de Leyla Mattoso

Nosso acervo arquitetônico é composto por uma coleção de peças de demolições, garimpadas em diversos estados do Brasil, principalmente São Paulo e Rio de Janeiro.

Dentre essas peças encontra-se uma grande variedade de ferro forjado e fundido, portas, janelas, vitrais, azulejos, ladrilhos e outros elementos de construção dos séculos XVIII, XIX e XX, recolhidos de demolições de antigos casarões, contribuindo para a divulgação da história e cultura brasileira.

Quando, em 1964, concluiu a construção de sua casa, feita com material de demolição, Leyla juntou o material não utilizado numa chácara, no Butantã, com o apoio do engenheiro Adolpho Lindenberg, que cedeu algumas peças, as quais Leyla começou a comercializar para jovens decoradores e arquitetos, que encomendavam e compravam suas peças. O interesse das pessoas e o volume foi aumentando de tal forma que, passados cinco anos, foi necessário procurar um local mais apropriado.

Em 1970 Leyla adquiriu este sítio, na época apenas um pasto, uma casa de caseiro e uma antiga vacaria. A construção começou com material trazido de uma casa do século XVIII que estava abandonada em Cotia. Foi assim que surgiu em 1971 a Casa dos Contos, que, em suas próprias palavras, “já nasceu com 200 anos de idade”.

Após criteriosa reforma, em 2016 foi criada a Casa dos Contos Eventos, para a realização de casamentos e outros eventos sociais, abrindo as portas para oferecer, a diversos grupos de pessoas, a oportunidade de conhecer o acervo, por meio de ações recreativas, educativas e culturais.